<BODY> ~*~* SEBASTIAN UM PROPÓSITO DE DEUS!!! *~*~



Sobre Nós


MEU NOME É VANESSA
SOU PAULISTANA
NASCI NO DIA 13/06 E HOJE MORO EM FORTALEZA, CE.
FUI AGRACIADA COM ALGUNS PRESENTES DE DEUS.
O PRIMEIRO É MEU AMADO ESPOSO HEIKO.
O OUTRO FOI O SEBASTIAN, NOSSO FILHO.
O SEBASTIAN FOI UM PRESENTE NÃO SÓ POR TER TRAZIDO ALEGRIA E MATURIDADE A NÓS.
MAS, POR TER NOS ENSINADO E OFERECIDO MUITO MAIS DO QUE PODERÍAMOS LHE OFERECER.
ELE NOS ENSINOU SOBRE UM AMOR SEM LIMITES.
SOBRE HUMILDADE.
SOBRE FÉ.
FIZ JORNALISMO, ESTUDEI ESTÉTICA
E HOJE FAÇO FISIOTERAPIA.
ASSIM SOU EU.
AMO APRENDER.
AMO MEU DEUS.
AMO MINHA FAMÍLIA. O SEBASTIAN PERMANECEU CONOSCO 5 ANINHOS.
SENDO- ME ENTREGUE POR DEUS NO DIA 04/07/2001
E ME PEDIDO DE VOLTA NO DIA 19/09/06.
SE O CÂNCER O LEVOU PARA O CÉU....
BEM, EU PREFIRO PENSAR QUE NÃO.
ELE ERA GRANDE DEMAIS PARA UM CÂNCER.
ACHO QUE ELE ATINGIU A ESTATURA PERFEITA DE DEUS
E SUA CRUZ LHE PERMITIU ATRAVESSAR PARA O OUTRO LADO....
PODERIA TER MILHÕES DE MOTIVOS PARA TODOS OS DIAS ACORDAR
E ACHAR QUE A VIDA É UMA GRANDE BRINCADEIRA
DE MAL GOSTO DE DEUS.....
MAS, AO CONTRÁRIO
TODOS OS DIAS EU AGRADEÇO POR FAZER PARTE DE TUDO ISSO.
POIS O QUE ME ESPERA.....
EU JAMAIS CONSEGUIRIA DESCREVER.....
ENTÃO.....SE VOCÊ JÁ ESTÁ AQUI,
PORQUE NÃO NOS CONHECE?



Nossos Vídeos






Contato





Link-me







Tempo






Passado

Visitinhas



Ganhamos



Créditos

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

O DEUS DO TIMING PERFEITO





"Se Deus me ama tanto, porque eu não vejo seus milagres? Porque vejo milagres na vida dos outros apenas? Porque vejo minhas orações serem atendidas para abençoar meus irmãos e irmãs, menos, a mim?

Conheço bem a frustração por trás dessas plavras-fui eu quem as proferi. Em meio à tribulação. Eu sempre obedecera a Deus. Porque quando orava para algo importante,para Deus salvar algo que eu amo, ele parecia ficar surdo? Eu e o Heiko não estávamos fazendo justamente o que Ele desejava?

NÃO É VERDADE QUE A PAZ SEMPRE ACOMPANHA A OBEDIÊNCIA?

Quem sabe os discípulos tivessem a mesma expectativa. Jesus lhes disse para entrarem no barco, e eles entraram. Não questionaram a ordem; simplesmente obedeceram. Podiam ter objetado. Afinal, era tarde e a escuridão chegaria em alguns minutos. Mas Jesus lhes determinou que entrassem no barco, e assim eles o fizeram.
Qual o resultado da obediência? A descrição viva de João lhe mostrará:
"E, qdo veio a tarde, os seus discípulos desceram para o mar. E, entrando no barco, passaram o mar em direção a Capernaum; e já era escuro, e ainda Jesus não tinha chegado aos pés deles. E o mar se levantou, porque um grande ventro assoprava" (Jo 6.16-18).
Que frase desalentadora: "ainda Jesus não tinha chegado aos pés deles." Fisgados na tempestade do "ainda". Haviam feito exatamente o que Jesus ordenara, e veja o que aconteceu! Uma noite com o mar tempestuoso, e o Mestre em algum lugar, na praia.

Uma coisa é sofrer por fazer coisas erradas. E outra, pro fazer o que é certo. Mas acontece. E quando a tempestade explode, carrega para longe a idéia ingênua: SE FIZER O QUE É CERTO, JAMAIS SOFREREI.

Basta perguntar para o casal fiel cujo berço está vazio e o ventre é estéril.
Basta perguntar ao empresário cuja fidelidade a Deus lhe presenteou com problemas na empresa.
Basta perguntar a esposa que assumiu o risco e perdoou o marido, só para ser novamente traída.
Basta perguntar aos pais que após conhecerem a Cristo e entregarem suas vidas, o milagre da cura não veio.

E assim os ventos sopram.
E assim o barco balança.
E assim os discípulos se perguntam: "Por que essa tempestade, e onde está Jesus?" Já é ruim estar numa tempestade. E ainda sozinho???
Os discípulos já estavam no mar há quase 9 horas. João nos diz que eles REMARAM 6 KM. (Jo 6.19). É uma longa noite. Quantas vezes eles correram os olhos pela escuridão procurando Jesus? Quantas vezes gritaram-lhe o nome?

Por que Ele tanta demorava?
Por que Ele tanto demora?

Acho que escuto a resposta vindo de dentro. Dentro do meu coração. Um coração que conhece a aflição, a espera, a dor, a perda.
Quantas vezes levei o Sebastian contrariado para a quimioterapia, ou para colher sangue. Quantas vezes o vi entristecido ao chegar em frente ao hospital para mais uma internação.
Sou uma mãe cruel o forçando a ir? Não sou surda as suas súplicas. Eu o ouço. Não sou cega às suas lágrimas. Eu as vejo. Sei que ele estaria muito mais feliz jogando video game, correndo por aí. Mas, era necessário. Foi necessário.
Por que permiti que ele sofresse?
Porque o amo. E sabia que o sofrimento de hoje resultaria em cura amanhã.

Conta-nos Marcos que, durante a tempestade, Jesus viu que seus discípulos "se fatigavam"(Mc 6.48). Ele os viu no meio da noite. E,tal como um pai amoroso, esperou. Esperou até a hora certa, até o momento certo. Esperou até perceber que era hora de chegar, e então chegou.
O que fazia com que aquela fosse a hora certa? Não sei. Por que a hora nona era melhor que a sexta ou a quarta? Não consigo responder. Porque Deus espera o dinheiro acabar? Por que Ele espera até a doença se prolongar? Por que prefere esperar até chear ao outro lado do túmulo para responder as orações que pedem por cura?
Não sei. Só sei que o tempo dEle é certo. Só posso dizer que Ele fará o melhor.

Certos sentimentos só se aprendem pela dor. E há horas que Deus sabendo disso, permite que a soframos para benefício da própria situação.
E então, que faz Deus enquanto enfrentamos a dor? Que faz Ele enqto estamos na tempestade? Vc gostará de o saber. Ele vela por nós. Jesus não estava no barco; havia ido ao monte a fim de orar (Mc 6.46). Jesus orava. Isso é notável. É mais notável ainda que Ele não tenha interrompido sua oração, mesmo ouvindo os gritos dos discípulos, continuou orando.
Por quê? Duas respostas possíveis. Ou Ele não se importa ou confiava na oração. Acho que já sabemos a resposta.
Então o que fazemos?
Se Jesus está orando e eu estou enfrentando uma tempestade, que devo fazer???
Simples. Façamos o que os discipulos fizeram.

REME!!!!COMEÇE A REMAR!!!!!

Os discípulos remeram a maior parte do tempo. Quase toda noite. Eles remaram, segundo as Escrituras, até se fatigarem. Não foi fácil. Não era atraente.


VOCÊ REMA BOA PARTE DA VIDA. SAIR DA CAMA. PREPARAR O ALMOÇO. ENTREGAR TAREFAS. PAGAR CONTAS. ROTINA. DESCASO. CONTRATEMPOS. DIFICULDADES.MAIS FADIGA DO QUE POMPA. MAIS LUTA DO QUE DESCANSO.
AH, existem momentos atraentes, dias de alegria, celebração. Temos nossa cota de felicidade, mas, também temos nossa cota de pão com ovo. E para ter a primeira, precisamos suportar a segunda.

Quinta-feira quando perdi o Mike, fiquei muito triste com Deus, e meu irmão sabiamente me disse:
- Deus está querendo chamar sua atenção. Ele ama muito vc e vc sabe disso. Agora Ele tem sua atenção!

Quando ouvi isso, primeiro, fiquei mais revoltada ainda. É assim que DEus chama minha atenção?
Logo depois, me vi sozinha em casa. E comecei a me derramar diante de Deus. E a resposta não tardou. No dia seguinte, sem motivo aparente, recebi uma ligação no meu celular de uma pessoa muito querida. Ele começou a orar assim que me cumprimentou, e trouxe tanta direção para mim...que enquanto ele orava, eu chorava, envergonhada pelo que dissera sobre Deus. Por questionar seu amor. Eu estava na tempestade. E Ele estava no monte. Orando para que eu suportasse tudo isso e permanecesse Nele.

Um grande beijo......Deus as abençoe!!!!

No momento....ESTOU REMANDO!!!!!


SAUDADES!!!!!!!


texto extraído de Max Lucado e adaptado por mim.



Ás 14:02
|

**Comente Aqui Também**
2 Recadinhos também!